PM apreende 353 kg de maconha prensada e revólver em Remanso


Nesta madrugada (5), por volta das 3h20, policiais militares da Companhia Independente de Polícia Militar (CIPE) Caatinga apreenderam 353 quilos de maconha prensada e pronta para o consumo e uma arma de fogo, no momento em que passavam pela BR-235, município de Remanso.

Os policiais militares realizavam patrulhamento no trecho entre Pilão Arcado e Remanso, quando suspeitaram do peso excessivo na carga de um veículo Fox de cor prata e placa de Brasília (DF). Ao acionar o giroflex e ser dada ordem de parada, o condutor fugiu em alta velocidade e na entrada de Remanso adentrou a mata com o veículo. A dupla que estava no veículo desembarcou e fugiu em meio à vegetação efetuando disparos contra os policiais, que trocaram tiros com os criminosos.

No veículo foram encontrados 353 kg de maconha prensada e pronta para o consumo, além de 16,7 kg de sementes da erva, bem como um revólver calibre 38 de marca Taurus, com quatro cartuchos deflagrados e dois intactos.

Ao consultar o chassi do veículo no sistema Infoseg, foi detectado que o carro possui restrição de roubo e utilizava placa falsa. Os ocupantes do veículo conseguiram fugir. A Policia Militar segue em diligências para localizar e prender a dupla.

A droga, o veículo e a arma de fogo foram apresentados na delegacia de Remanso, onde foi registrada a ocorrência.

Polícia Militar da Bahia 
Departamento de Comunicação Social (DCS) 
Unidade de Imprensa PMBA

Nenhum comentário:

Regras do site
Não serão aceitos comentários que:
1. Excedam 500 caracteres com espaço;
2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;
Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;
4. Não tenham relação com a nota publicada pelo site.
Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.

Tecnologia do Blogger.