Seminário cultural realizado pela Chesf foi um sucesso

Na manhã deste domingo (22), foi realizado no Auditório da Colônia de Pescadores, o Seminário de encerramento do Programa de Educação Histórico Patrimonial e Inventário das Manifestações Culturais do Município de Casa Nova, promovido pela CHESF (Companhia Hidro Elétrica do São Francisco), por meio do Departamento de Meio Ambiente e da Divisão do Meio Ambiente e Interação, e com o apoio da Prefeitura Municipal de Casa Nova Bahia através da Secretaria de Cultura e Turismo.

 

O Prefeito de Casa Nova Wilson Cota (PMDB) destacou a importância da valorização do projeto. Segundo ele, a exposição das manifestações culturais com maior amplitude divulgada em cartazes, folhetos, livros, DVDs e mídias eletrônicas ganham notoriedade a nível internacional. “A necessidade dos Inventários como instrumentos de reconhecimento da diversidade cultural, é um ponto de partida para as políticas públicas de incentivo a prática e preservação de nossos valores”, afirmou.

 

De acordo com o coordenador do Projeto, Álvaro Antônio Moreira da Silva, a Companhia gastou R$ 180,00 (Centro e oitenta mil reais) com pesquisas, impressão de mapa com a amostra do que foi visto em “Oficinas”, livro, DVD, e CD “Cancioneiro Popular”. Álvaro ressaltou a grandiosidade da cultura local. “Trabalhar com cultura é dinâmico e requer mergulho muito profundo historicamente no passado e presente sem cessar o olhar no futuro”, pontuou.

 

Estiveram presentes os vereadores Ademir Cota, João Honorato, Maria Regina, secretário de Cultura e Turismo e Esportes Marismário Hipólito (Mazola), secretário de Obras Roner Paulo Gomes, Secretária de Ação Social Cristiane, secretário de Administração Luiz Gomes, Tenente da Polícia Militar 25ªCIPM Daniel Pereira e outras lideranças locais.

Nenhum comentário:

Regras do site
Não serão aceitos comentários que:
1. Excedam 500 caracteres com espaço;
2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;
Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;
4. Não tenham relação com a nota publicada pelo site.
Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.

Tecnologia do Blogger.