Feira de Caprinos e Ovinos do distrito de Massaroca aguarda a participação de 60 expositores em sua nona edição

Entre os dias 12 e 14 de Agosto, será realizada a 9ª Feira de Caprinos e Ovinos, na sede do distrito de Massaroca, localizado às margens da BR 407 a 62 km do município de Juazeiro. A Feira é uma realização da Prefeitura Municipal de Juazeiro, sob a organização da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SEAPA) em parceria com o Comitê das Associações Comunitárias e Agropecuárias de Massaroca.

Com a economia voltada para a agricultura de subsistência o distrito de Massaroca destaca a caprinovinocultura como seu grande sustentáculo. A Feira de Caprinos e Ovinos proporciona à comunidade oportunidades de integração, troca de experiência, permuta de reprodutores e oportunidades de negócios que engloba todo o segmento comercial local, melhorando a renda e a qualidade de vida dos trabalhadores.

Parte integrante do calendário de eventos agrários da região, a feira atrai empresários da área gastronômica, donos de frigoríficos, comerciantes de carnes e futuros criadores, cuja meta é fazer com que a comercialização ocorra diretamente com os produtores. Além de promover oportunidades de negócios e de transferência de tecnologias, o evento propicia a divulgação das atividades culturais e econômicas local.

Para um dos coordenadores da feira e técnico da SEAPA, José Wilson Chaves (Chaveco), o evento “promove a integração entre as comunidades, possibilita a troca de experiência e aumento da autoestima dos produtores, além da comercialização e da abertura de contatos para futuros negócios, com isso ocorre conquista de novos mercados”, observou.

A organização aguarda para esse ano a participação de 60 expositores, com aproximadamente 500 animais entre caprinos e ovinos, com a participação de exemplares de vacas de leite - uma atividade que surge como mais uma alternativa de geração de renda em propriedades isoladas, porém com expectativa de crescimento. Estima-se um público de cerca de 7.000 pessoas durante os três dias de evento.

A feira também contará, com a integração mais efetiva de outros segmentos como escolas, comércio, comunidade local e comunidades circunvizinhas. “Espera-se transformar o distrito em um centro de referência de produção e comercialização dos produtos da cadeia produtiva da caprinovinocultura, como também de outros produtos”, afirmou o secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Jorge Cerqueira.

O evento conta com a parceria da ADAB, SEBRAE, UNIVASF, Governo da Bahia, IRPAA, COOAFJUR, Banco do Nordeste, Embrapa Semiárido, Policia Militar, Cesol, UNEB, STRJ, Rádio Juazeiro, ADAC e Governo Federal.

 

 

 

Programação

 

Sexta-Feira - 12/08/2016

14h – Abertura do Parque para a chegada dos animais;

19h – Inscrição das cabras e esvaziamento dos úberes dos animais que irão participar do torneio leiteiro;

20h – Abertura Oficial da Feira;

21h – Apresentação cultural - CETEP e EFAS;

21h – Coquetel.

 

Sábado – 13/08/2016

07h - Abertura do parque para a chegada dos animais;

07h – 1ª Ordenha do torneio leiteiro;

08h às 17h ­– Atendimento ao produtor – Emissão de DAP, assessoria jurídica e declaração de confrontantes -- STRJ;

10h – Apresentação cultural – ERUM;

11h -- Entrega de equipamentos do Governo do Estado para a COOAFJUR;

14h- Atração musical – ESQUEMA 02;

15h – Avaliação dos animais através das características raciais (pista);

17h - Apresentação cultural – Bumba meu Bode - Grupo Acalanto de Juremal;

18h às 00h – Atração musical Edinho e Banda;

19h – 2ª ordenha do torneio leiteiro.



Domingo – 14/08/2016

07h – 3ª ordenha do torneio leiteiro;

09h – Seleção dos lotes das raças nativas e naturalizadas levando em consideração o sistema de criação, uniformidade dos animais, rusticidade e adaptabilidade;

10h – Premiação das categorias vencedoras;

11h às 17h – Atração musical - Cherin de Chiqueiro.

Assessoria de Imprensa
Prefeitura Municipal de Juazeiro

Nenhum comentário:

Regras do site
Não serão aceitos comentários que:
1. Excedam 500 caracteres com espaço;
2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;
Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;
4. Não tenham relação com a nota publicada pelo site.
Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.

Tecnologia do Blogger.