Plano de Desenvolvimento Integrado projeta a Bahia para o ano de 2035


Plano de Desenvolvimento Integrado projeta a Bahia para o ano de 2035









Plano de Desenvolvimento Integrado projeta a Bahia para o ano de 2035





A Secretaria do Planejamento do Estado (Seplan) está coordenando a elaboração do Plano de Desenvolvimento Integrado (PDI) da Bahia, tendo como horizonte o ano de 2035. Para a sua construção, foram realizadas plenárias territoriais, seminários temáticos, reuniões setoriais com entidades parceiras do estado, a exemplo do Sistema S, e também com especialistas de cada um dos cinco eixos temáticos que compõem o documento. A previsão da Seplan é que o PDI Bahia 2035 seja lançado oficialmente neste primeiro trimestre de 2019.





O superintendente de Planejamento Estratégico do Estado da Bahia, Ranieri Muricy Barreto, destaca a abrangência do plano. “O PDI nasce dessa necessidade de integrar todas as políticas públicas do Estado, exatamente porque a conjuntura nos impõe planejar essas políticas para buscar melhorar o nível de execução e, consequentemente, melhorar a vida das pessoas onde elas vivem. O que significa essa integração? Significa a construção coletiva de uma visão de futuro que expressa o Estado da Bahia desejado em 2035 e, a partir daí, todos os instrumentos de planejamento são trabalhados com o olhar para o PDI, que é o Plano de Desenvolvimento a longo prazo”, destaca.





Ranieri também ressalta que o PDI é um documento norteador e integrador de todas as políticas públicas planejadas para a Bahia. “Nesse sentido, exatamente agora, todas as secretarias de Estado estão realizando seus Planejamentos Estratégicos Organizacionais baseados no Programa de Governo Participativo (PGP), que sagrou-se vencedor nas ultimas eleições, com uma avaliação do Plano Plurianual atual, com  uma avaliação das Escutas que estão sendo realizadas em todos os Territórios de Identidade e isso tudo vai permitir que estas secretarias façam seus planejamentos setoriais com reflexo no PPA 2020-2023”, explica.





O documento está em fase de conclusão e leva em consideração a integração e a transversalidade de políticas públicas das mais diversas áreas de atuação do Estado. Por isso, de acordo com Ranieri, o plano será balizador para a construção dos próximos Planos Plurianuais do Estado e dos planejamentos estratégicos das secretarias de governo, lançando um olhar de futuro para o desenvolvimento econômico e social da Bahia.





Ainda de acordo com o superintendente, o PDI reúne o que foi consenso em todas as atividades realizadas com os mais variados setores da sociedade e do governo, com prioridade para as áreas apontadas como prioritárias, a exemplo da Educação, Saúde, Segurança Pública, Economia, Infraestrutura, Modernização do Estado e sua Gestão. A Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) e o Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Bahia (CODES) são parceiros na construção do PDI Bahia 2035.





Por Ascomseplan Foto Ilustrativa


Nenhum comentário:

Regras do site
Não serão aceitos comentários que:
1. Excedam 500 caracteres com espaço;
2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;
Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;
4. Não tenham relação com a nota publicada pelo site.
Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.

Tecnologia do Blogger.