A Silvio Santos, Bolsonaro fala sobre Previdência, armas e até Viagra Entre brincadeiras, presidente demonstrou otimismo sobre a aprovação da reforma

O presidente da República Jair Bolsonaro falou sobre medidas de seu governo, em meio a diversas brincadeiras, em entrevista exibida na noite deste domingo, 5, no Programa Silvio Santos, do SBT. Um dos assuntos tratados foi a reforma da Previdência, projeto que modifica as regras de aposentadorias para civis, em tramitação na Comissão Especial da Câmara dos Deputados. O presidente e o apresentador defenderam a Previdência, mas divergiram em relação ao armamento da população.
“Essa reforma é para ajudar os pobres, exatamente ao contrário do que muitos políticos de esquerda dizem”, afirmou Bolsonaro. Diante de dúvidas de Silvio Santos, de 88 anos, o presidente ressaltou o aumento da expectativa de vida. “As pessoas estão vivendo bem mais.” Os dois, então, engataram um longo papo sobre a reforma, da qual Silvio Santos se disse amplamente favorável.
“Se não tivermos reforma da Previdência, vamos ter de fazer dinheiro para pagar, o que gera inflação. A Previdência é importante… não é porque o presidente está aqui. Se não tiver previdência vai ter inflação e nosso dinheiro vai valer menos”, afirmou Silvio. Bolsonaro voltou a demonstrar otimismo. “A reforma depende de deputados e senadores. A maioria está convencida de que tem de aprovar, apesar de ser preciso um certo desgaste político”  forte veja

Nenhum comentário:

Regras do site
Não serão aceitos comentários que:
1. Excedam 500 caracteres com espaço;
2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;
Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;
4. Não tenham relação com a nota publicada pelo site.
Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.

Tecnologia do Blogger.