Casa Nova: Prefeito discute melhoria no abastecimento de água e ampliação da rede de esgoto

Casa Nova: Prefeito discute melhoria no abastecimento de água e ampliação da rede de esgoto
O Prefeito de Casa Nova, Wilker Torres em reunião com o Secretário de Estado de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS), Leonardo Góes, acompanhado do Deputado Estadual Tum (PSC), na tarde desta quarta-feira (15/05) discutiu a realidade do abastecimento de água no município.
De acordo com o prefeito, apesar das melhorias efetivadas no fornecimento de água, ainda há bairros e localidades do município com dificuldades de abastecimento de água tratada: “Herdamos uma situação muito ruim em termos de abastecimento, da cobertura da rede de água, com equipamentos antigos e tratamento inadequado. Estamos mudando esta realidade, melhorando a qualidade da água oferecida à população, ampliando o fornecimento a diversos bairros e localidades, melhorando a captação e a distribuição” – relata o prefeito e reconhece: ”Ainda é insuficiente. Precisamos de mais água, melhores equipamentos e ampliação da rede. Isso demanda recursos que a prefeitura não tem. Essa foi a nossa conversa com o secretário”.
Além da questão da água à população outro problema, o saneamento básico, foi tratado com o secretário: ‘Ele nos diz que os recursos são escassos e as dificuldades da economia brasileira dificultam ainda mais a obtenção de recursos”.
Ainda segundo o prefeito será feito um levantamento para identificar todas as carências de abastecimento e a ausência de saneamento: “É uma luta que assumimos: levar água tratada, de qualidade e em quantidade a todos os habitantes da cidade e das sedes dos distritos. Além disso vamos buscar recursos para ampliar a rede de esgoto que cubra toda a cidade”. ASCOM PMCN   

Nenhum comentário:

Regras do site
Não serão aceitos comentários que:
1. Excedam 500 caracteres com espaço;
2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;
Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;
4. Não tenham relação com a nota publicada pelo site.
Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.

Tecnologia do Blogger.