Advogado de mulher que acusa Neymar de estupro deixa o caso

Danilo Garcia de Andrade, que era advogado de Najila Trindade, disse na noite desta segunda (10) que deixou o caso e não representará mais a mulher que acusa Neymar de estupro.

"Devo me tirar do processo", afirmou Andrade. "Sim, estou anunciando oficialmente nesta entrevista [...] Não sou mais advogado de Najila", ele declarou ao SBT.

Segundo o UOL, Andrade disse que tomou a decisão após a cliente o acusar de planejar um arrombamento em seu apartamento e de roubar o tablet onde estaria um vídeo que mostraria o segundo encontro dela com Neymar, em Paris.

Andrade esteve na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher, em São Paulo, na tarde desta segunda-feira (10).

Ele disse para a delegada Juliana Lopes Bussacos que deixaria o caso se a sua cliente não entregasse celular ou tablet com o vídeo até a meia-noite. Quando Bussacos deixou a DDM, às 20h30, nada havia sido entregue.

A mulher registrou boletim de ocorrência, no último dia 31, acusando o jogador de estuprá-la no dia 15 de maio em um hotel em Paris . Ela afirmou ter imagens que comprovariam isso em seu tablet.

"Vim informar à delegada que eu não tenho o celular, nem o tablet. Ela [Najila] tem até meia-noite de hoje para entregar à delegada ou para mim. Eu me comprometi a trazer. Se não fizer isso até meia noite, eu deixo o caso. Não tem como defender uma pessoa que não entrega suas provas", disse Andrade mais cedo.

Em depoimento na sexta-feira (7), no prédio da 6ª DDM, em Santo Amaro, zona sul de São Paulo, Najila prometeu entregar o aparelho celular nesta segunda-feira. Ela pediu prazo para salvar arquivos e agenda.

A gravação de sete minutos seria a íntegra de um trecho de pouco mais de um minuto, que vazou na última quarta-feira e mostra uma briga entre ela e o jogador no hotel 

Em entrevista ao SBT na última quarta, a modelo diz que atraiu Neymar para filmá-lo no segundo encontro e comprovar que havia sido estuprada e agredida pelo atacante no dia anterior (15 de maio).

Em seu celular, que é aguardado pela polícia, a modelo também diz que há fotos e prints de conversas com Neymar e com uma amiga, com quem teria conversado sobre o que ocorreu entre ela e o jogador em um quarto de hotel em Paris.

Danilo foi o primeiro advogado que se apresentou à delegada Bussacos. Antes dele, a modelo contratou José Edgard da Cunha Bueno Filho que, em vez de procurar a polícia, sugeriu buscar um acordo diretamente com Neymar.  

Fonte BN

Nenhum comentário:

Regras do site
Não serão aceitos comentários que:
1. Excedam 500 caracteres com espaço;
2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;
Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;
4. Não tenham relação com a nota publicada pelo site.
Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.

Tecnologia do Blogger.